10 de janeiro de 2012

Escola de Música Anthenor Navarro matricula até a sexta-feira



Referência e tradição no campo do ensino da música clássica, a Escola de Música Anthenor Navarro (Eman) já está com matrículas abertas para o primeiro semestre de 2012. Para alunos antigos, as inscrições tiveram início na última segunda-feira (9) e podem ser feitas até a próxima sexta (13), das 14h às 17h. Estudantes novatos que queiram ingressar na escola devem se matricular no período de 16 a 20 deste mês, sempre no horário das 8h às 11h.

Para se matricular, os interessados devem levar a identidade, o CPF e duas fotos 3×4. A taxa semestral custa R$ 100. As aulas terão início em março e se estenderão até o mês de junho. A escola funciona de segunda a sexta-feira, com aulas entre 7h30 e 19h30.

Ao ingressar no curso, os alunos novatos passarão pela fase de iniciação musical, quando aprenderão a identificar as notas e a fazer leitura de partituras. A partir daí, passarão ao contato com os instrumentos, o que só acontece nos semestres seguintes. A princípio, são oferecidas as disciplinas de harmonia, apreciação musical e história da música, com aulas práticas e teóricas. A duração do curso é de seis anos.

Aulas a partir de 6 anos – Por semestre, são matriculados aproximadamente 800 alunos na Eman. Desde iniciantes (crianças a partir de 6 anos de idade e sem conhecimento de um instrumento), até aqueles que querem se aperfeiçoar e seguir uma carreira musical.

Para ingressar na escola, o aluno faz um teste de solfejo e ritmo. As disciplinas do curso são apenas para instrumentos clássicos, que fazem parte de uma orquestra. Ao término do curso, o aluno recebe um certificado reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), tanto da parte instrumental como teórica.

Histórico – Fundada em 1931, pelo maestro paraibano Gazzi de Sá (1901-1981), a Eman comemorou 80 anos de existência em outubro do ano passado. Em sua primeira fase, a unidade funcionou no edifício Presidente João Pessoa (popularmente conhecido como “18 andares”), no centro de João Pessoa. Por essa época, chamava-se Instituto Superior de Educação Musical, e era uma escola particular de nível universitário.

Como era a única escola de música do Estado, o interventor (como era denominado o governador no período da Revolução de 1930) Anthenor de França Navarro, que gostava de música clássica, saía do Palácio da Redenção todas as tardes e ia à escola – ou o chamado conservatório – para ouvir a música dos alunos do maestro Gazzi de Sá.

Em 1952, o instituto foi integrado ao Governo do Estado e passou a se chamar Escola de Música Anthenor Navarro, em homenagem ao interventor do Estado, falecido no dia 26 de abril de 1932, em um acidente de avião.

Em 1983, quando a Funesc era presidida pela professora Giselda Navarro Dutra, a Escola de Música Anthenor Navarro instalou-se no Espaço Cultural José Lins do Rego, com o nome de Instituto Superior de Educação Musical Escola de Música Anthenor Navarro, onde funciona até hoje.

Tinha a função de escola de nível Superior e de Ensino Médio, mas o Instituto Superior foi desativado quando do surgimento do Curso de Música do Departamento da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), nos anos 1980, restando à Eman apenas o funcionamento como escola.

Ainda hoje, a escola continua sendo a maior referência no ensino e na preparação de alunos, tanto para integrar orquestras como para vestibulares em Música.

 

Serviço:

Matrículas para o semestre 2012-1 da Escola de Música Anthenor Navarro

Alunos antigos: 9 a 13 de janeiro, das 14h às 17h

Alunos novatos: 16 a 20 de janeiro, das 8h às 11h

Documentos necessários: CPF, identidade, duas fotos 3×4

Taxa semestral: R$ 100

Diretora responsável: Vólia Campelo Simões

Contato: (83) 3221-6295

Onde fica: Espaço Cultural José Lins do Rego, em Tambauzinho

Como chegar: Rampa 3, ao lado do Teatro Paulo Pontes