Governo da Paraíba


Dia do Servidor Público
13 de janeiro de 2012

João Pessoa se prepara para o Folia de Rua e o Carnaval 2012



O Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, que integra a rede hospitalar do Estado, manterá o reforço das equipes que vêm trabalhando desde o final do ano e já se prepara para o Folia de Rua e o Carnaval de João Pessoa. Esse trabalho, segundo informou o diretor de Assistência da unidade de saúde, Edvan Benevides, vai se estender por todo o verão.

De acordo com Benevides, nesta época do ano os acidentes automobilísticos aumentam cerca de 15% em relação a outros períodos. “Devido ao aumento de turistas, a região metropolitana de João Pessoa passa a ter cerca de 200 mil habitantes. Consequentemente, aumenta o número de veículos, de negligências no trânsito, de uso excessivo de álcool e de condutas inapropriadas – geralmente depois da ingestão de álcool”, explicou.

No Carnaval, ainda conforme o diretor, este número continua crescente, exigindo, portanto, uma preocupação ainda maior em relação à assistência da população no que diz respeito a emergências e traumas. “Nesta época, o índice de afogamentos aumenta, assim como os acidentes de trânsito, principalmente os motociclísticos. Na maioria das vezes, isso ocorre por irresponsabilidade e negligência da própria vítima”, alertou.

Por causa desse histórico, durante o Folia de Rua e o Carnaval da Capital, o Hospital de Trauma disponibilizará um reforço de toda a equipe assistencial, com médicos, equipe de enfermagem e equipes de suporte, incluso UTIs móveis. Além disso, haverá parceria com o Samu Metropolitano, que implantará bases móveis nos principais pontos carnavalescos da rede metropolitana – João Pessoa e cidades vizinhas. “Desta forma, procuraremos prestar o melhor e mais eficiente atendimento à população”, disse Benevides.

Apesar de todo esse aparato, o diretor de Assistência do Trauma lembra que o mais importante não é o atendimento, e sim a prevenção. “Estaremos prontos para qualquer ocorrência, mas, havendo o cuidado necessário e a responsabilidade do cidadão, os eventos carnavalescos podem ser ainda mais tranquilos”, finalizou.