7 de fevereiro de 2012

Governo do Estado começa a distribuição de sementes na sexta-feira



A Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) começa a distribuir nesta sexta-feira (10) sementes selecionadas de milho e feijão com agricultores familiares. A entrega se inicia no município de Emas, e chegará a todos os municípios da Paraíba no decorrer das próximas semanas.

Receberão os grãos agricultores que integram o Programa de Sementes para a Agricultura Familiar, que estão inscritos no programa Garantia-Safra. Inicialmente serão beneficiados agricultores dos municípios que compõem a região do Sertão, atendendo a mais de 25 mil famílias. Serão 275 toneladas de sementes para essa região.

O programa de distribuição de sementes do Governo do Estado é gratuito e tem como meta aumentar a renda e inclusão produtiva para o agricultor familiar. Também tem o objetivo de fortalecer e apoiar a produção local de sementes. A Emater, a Emepa e os Conselhos Municipais de Agricultura estarão envolvidos no processo de entrega. Para esse ano, o programa prevê a distribuição total de 955 toneladas.

Segundo o titular da Sedap, Marenilson Batista, a assistência técnica está garantida a todas as famílias que receberem os grãos. Em contrapartida, os produtores terão que repassar ao Governo a mesma quantidade de grãos que receberam em sementes para assegurar os estoques nos bancos de sementes comunitários.

Cronograma de distribuição – De acordo com o secretário, após o Sertão, as sementes começarão a ser distribuídas no restante do Estado, conforme o início do período chuvoso de cada região.

As sementes estão estocadas nos armazéns da Sedap e prontas para a entrega. Na compra das 955 toneladas de sementes de feijão, milho e sorgo, o Governo investiu mais de R$ 5,8 milhões. A secretaria está providenciando também a aquisição de 30 toneladas de sementes de algodão e 28 toneladas de batata semente (batatinha). Serão beneficiadas 140 mil famílias de agricultores familiares.

De acordo com o secretário Executivo da Agricultura Familiar, Alexandre Eduardo, serão entregues a cada agricultor oito quilos de sementes de milho e quatro de feijão.

Este ano, a novidade é a distribuição de 25 toneladas de sementes de sorgo tipo “ponta negra” e de dez toneladas de milho BRS 1501, o “milheto”, destinadas ao fortalecimento do Programa Estadual de Alimentação Animal, ação fundamental em benefício do pequeno produtor, que terá mais condições de alimentar seus animais – e, consequentemente, produzirão mais leite e mais carne.