Fale Conosco

13 de setembro de 2012

Movimentação cresce nos entrepostos da Empasa



A movimentação comercial nas três centrais de abastecimentos do estado da Paraíba alcançou 150.661,8 toneladas de produtos hortifrutigranjeiros e de outros grupos alimentícios no primeiro semestre deste ano, o que corresponde a 50,5% de toda comercialização do ano passado. Desse total, 31,52% é de participação efetiva do Estado.

Os dados constam no documento apresentado à diretoria da Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa) pelo Departamento de Planejamento, mostrando quadros estatísticos em João Pessoa, Campina Grande e Patos, entre o primeiro dia do ano e 30 de junho.

Na contabilização total do período, o entreposto de Campina Grande contou com 46,78% do fluxo, enquanto João Pessoa com 38,38% e Patos chegou a 14,84%, sendo que os grupos frutas e hortaliças comercializadas foram responsáveis por 96,70% da movimentação, enquanto outros grupos representam apenas 3,30% da totalidade, somando em torno de R$ 200 milhões e 600 mil.

As frutas laranja pera, banana pacovan/prata, melancia, abacaxi, maçã nacional, mamão havaí/formosa, manga tommy, goiaba, maracujá, e as hortaliças batatinha, tomate, cebola, cenoura, batata doce, pimentão e inhame são os destaques da comercialização

“A Região Nordeste é a principal fonte supridora dos alimentos, alcançando índice acima de 80%, tendo Pernambuco, Bahia, Sergipe e Rio Grande do Norte como os mais representativos. As regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste ficam com os 20% restantes, e o destaque fica por conta dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Goiás”, informou o presidente da Empasa, engenheiro agrônomo José Tavares Sobrinho.

No ano passado, o volume total nos três entrepostos chegou a 298.367,9 toneladas de produtos hortifrutigranjeiros.