Governo da Paraíba


Dia do Servidor Público
7 de junho de 2011

Secretários de Planejamento discutem desenvolvimento em João Pessoa



Reunião aconteceu na Secretaria de Planejamento. Foto/Secom-PB

Secretários de Planejamento de cinco estados nordestinos se reuniram, na manhã desta terça-feira (7), na sede da Secretaria de Estado do Planejamento e Gestão (Seplag), em João Pessoa. Na ocasião, foram discutidas questões referentes à criação de um novo Eixo de Desenvolvimento, que inclui a região Nordeste no projeto de Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana (IIRSA), administrado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A reunião realizada nesta terça-feira faz parte do calendário de atividades do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Planejamento (Conseplan), do qual o titular da Seplag, secretário Gustavo Nogueira, é diretor da Regional Nordeste. “É importante que sejam criadas conexões que contribuam para o desenvolvimento do Nordeste. A nossa atenção está voltada para a construção de uma proposta que favoreça a integração regional, seguindo a lógica do IIRSA”, afirmou o secretário Gustavo Nogueira.

Gustavo Nogueira faz explanação de alguns projetos durante reunião. Foto/Secom-PB

No próximo dia 14, haverá uma reunião do IIRSA, em Bogotá, na Colômbia, onde a criação do Eixo de Desenvolvimento, que inclui a região Nordeste no IIRSA, será debatida e analisada. Segundo o chefe de gabinete da Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia, Benito Juncal, que irá à reunião do IIRSA em Bogotá, acompanhando o presidente do Conseplan, Zezéu Ribeiro, “até novembro, será construída a carteira de projetos do IIRSA para os próximos 10 anos”, afirmou Juncal. Durante a reunião realizada em João Pessoa, os secretários elaboraram um documento, a ser apresentado ao IIRSA, contendo uma série de projetos prioritários para a região Nordeste, com foco nos setores rodoviário e ferroviário.

Foram definidos, após o encontro, os seguintes projetos, sugeridos como estruturantes:

- recuperação e requalificação da malha ferroviária do Nordeste;

- ramal ferroviário Ceará, Piauí e Maranhão;

- ramal ferroviário para a Paraíba;

- ligação ferroviária entre as cidades de Juazeiro e Petrolina com o município de Salgueiro;

- ligação ferroviária entre as cidades de João Pessoa e Salvador;

- ligação ferroviária entre Juazeiro e Salvador;

-integração da ferrovia Norte-Sul com a estrada de ferro Carajás e com a ferrovia Transnordestina;

- ferrovia Transnordestina;

- ferrovia Oeste-Leste;

- ligação ferroviária de Eliseu Martins a Norte Sul;

- portos de Pecém, Suape, Porto Sul, Itaqui, Cabedelo e Alagoas;

- hidrovia do São Francisco, Parnaíba e Araguaia-Tocantins;

- aeroporto São Gonçalo do Amarante (Natal)

- e duplicação dos principais eixos rodoviários do Nordeste integrando-os ao eixo Peru – Bolívia – Brasil.

 

Sobre o IIRSA – Foi criado a partir de uma iniciativa dos doze países sul-americanos e tem o objetivo de promover o desenvolvimento da infraestrutura de transporte, energia e comunicações, de forma sustentável e equitativa, por meio da integração física entre esses países.

 

A ideia de formar o IIRSA se originou a partir da experiência brasileira de planejamento territorial, conhecida como Estudo dos Eixos, realizada pelo Ministério do Planejamento (MP) em conjunto com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no ano 2000, que planejava o país a partir de regiões identificadas por seu inter-relacionamento econômico.

 

Participaram da reunião o secretário de Estado de Planejamento e Gestão da Paraíba, Gustavo Nogueira; o assessor especial da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico de Alagoas, André Toledo de Paffer; o secretário adjunto do Planejamento e Gestão do Ceará, Philipe Theophilo Nottingham; o subsecretário do Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado do Maranhão, Antônio José Chatack; o secretário adjunto do Planejamento, Orçamento e Gestão do Estado do Maranhão, Márcio Medeiros; o chefe de gabinete da Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia, Benito Juncal e o diretor do Sistema de Planejamento da Seplag-PB, Roberto Araújo.