Fale Conosco

2 de maio de 2013

Governo do Estado inicia distribuição de sementes nesta quinta



Depois de fornecer palma resistente, ração animal e viabilizar acesso ao crédito para o agricultor, o Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) inicia, nesta quinta-feira (2), na cidade de Esperança, a distribuição 784 toneladas de sementes pelo programa estadual de banco de sementes. O lançamento do programa começa às 9h, na unidade frigorífica do município.

O governo estadual investiu aproximadamente R$ 6,5 milhões na compra e distribuição das sementes para mais de 200 municípios do Estado. Este ano, serão entregues 382 toneladas de milho, 180 toneladas de Feijão Macassar, 182 toneladas de Feijão Carioquinha, e 40 toneladas de sorgo (forrageiro). Os polos de distribuição serão nas cidades de Esperança, São Mamede e Alagoinha.

“O Governo atua em mais uma linha de ação para garantir a produtividade do agricultor paraibano. Estamos iniciando a distribuição em um momento preciso, com a chegada das chuvas, assegurando ao produtor do Estado uma safra melhor para este ano”, comenta o secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Marenilson Batista.

A escolha das culturas a serem distribuídas foi realizada de acordo com as necessidades do Estado. “O milho e o feijão são culturas de subsistência e de maior comercialização para o agricultor familiar, já o sorgo garante a produção de ração para o rebanho”, acrescenta o secretário.

O programa vai atender prioritariamente os 98 mil agricultores familiares aderidos ao programa Garantia Safra deste ano, em 171 municípios. Entretanto, os produtores de outras cidades também serão contemplados com as sementes.

“A utilização do cadastro do Garantia Safra viabiliza a distribuição das sementes para os agricultores familiares, para que eles possam investir na produção da safra deste ano”, diz Marenilson Batista.

A distribuição das sementes, realizada pela Sedap, é acompanhada pela prestação de assistência técnica da Emater aos agricultores familiares, assegurando o bom resultado do plantio.