terça-feira, 08 de outubro de 2013 - 14:40

Paraíba tem mais de 500 cadastros no sistema de informações do MinC

O Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais (SNIIC) é a plataforma desenvolvida pelo Ministério da Cultura (MinC) para monitoramento do Plano Nacional de Cultura (PNC). O objetivo da ferramenta é permitir que os agentes culturais e a sociedade possam ter acesso às informações do segmento cultural em um único lugar, além de cadastrar informações atualizadas sobre o setor nas mais diversas localidades. A partir da implantação do sistema, o Brasil se equipara a outros países da América Latina e do mundo que já possuem banco de dados culturais: Argentina, Uruguai, Colômbia, México, França e Espanha.

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), vem mobilizando junto aos municípios, órgãos de cultura, gestores e agentes culturais, a ampliação do banco de dados relativo à Paraíba. O gerente de Pesquisa Cultural, Rosildo Oliveira, é responsável por desenvolver ações que divulguem e fortaleçam a plataforma. Para o gestor, “o desafio é desenvolver um sistema em que todos os resultados e possibilidades não sejam especificados de antemão, mas que evoluam, através de interações entre o Governo e seus cidadãos, da mesma forma em que os prestadores de serviços na web promovem a participação ativa de sua comunidade de usuários”, explicou.

Com caráter colaborativo e autogestionário, todo usuário poderá se cadastrar livremente no SNIIC. Para isso, basta acessar o site sniic.cultura.gov.br/ e, a partir daí, registrar-se na plataforma. Segundo Rosildo, a Secult já registrou mais de 500 cadastros, entre agentes e gestores culturais, órgãos públicos ligados ao setor e equipamentos culturais. Dessa forma, a Paraíba se configura entre os estados com maior número de dados, contribuindo para a consolidação da plataforma.

Ainda em fase de implementação, o Sistema hoje conta com uma versão Beta que se aproxima da versão final. A plataforma também vai oferecer serviços de busca de dados georreferenciados, estatísticas, indicadores e outras informações relevantes de bens e serviços culturais, dando apoio aos gestores culturais públicos e privados, além de maior controle social dos recursos.

É neste espaço, na interface entre os dados públicos e o cidadão paraibano do século 21, que enxergamos a oportunidade de aplicação do conceito do ‘governo como plataforma’, que orienta a concepção e implementação do SNIIC”, finalizou o gestor.

Ações de Cadastro – A Secult-PB tem promovido recorrentes ações de estímulo ao cadastro no SNIIC. Durante o 14º Festival de Artes de Areia e a 3ª Conferência Estadual de Cultura, realizações ocorridas este ano, a Secretaria disponibilizou ao público estruturas de apoio contendo computadores, internet e apostila passo a passo, além do acompanhamento do próprio gestor, para auxílio do cadastro dos agentes culturais interessados. Além dessas atividades, o gerente Rosildo Oliveira tem percorrido diversas cidades do interior dando suporte aos agentes e gestores culturais de toda a Paraíba, aprofundando a adequação dos municípios ao que recomenda o Sistema Nacional de Cultura.

Ação Integrada – Também é possível acessar informações complementares sobre o SNIIC na página da Secult-PB, através do endereço http://www.paraiba.pb.gov.br/cultura/cadastro-sniic  No local, serão inseridas notícias e dados sobre o desenvolvimento do Sistema na Paraíba. A partir do mês de novembro, a Secretaria de Estado da Cultura, em conjunto com o Ministério da Cultura, lançará um Manual de Instruções em formato impresso e digital para auxiliar no cadastro e utilização da plataforma virtual.

Voltar para o topo
Informar Erro
Versão Clássica