> Notícias

03-08-2016

Planejamento Democrático discute ações para Lei Orçamentária Anual 2017

Conselheiros do Orçamento Democrático Estadual, secretários e dirigentes do Governo do Estado participaram nesta quinta-feira (28) e sexta-feira (29), na Fundação Casa de José Américo, em João Pessoa, do Planejamento Democrático, para tratar das principais demandas apontadas e eleitas pela população durante as últimas audiências públicas regionais, realizadas nas 14 regiões geoadministrativas do Estado.

O evento reuniu conselheiros de todas as regiões e deliberou sobre as prioridades ligadas à educação, saúde, segurança pública, estradas de rodagem, abastecimento d’água, recursos hídricos, esporte, lazer e indústria.

Na programação também houve palestra sobre “Conjuntura política, Pacto Federativo e os Reflexos na Paraíba”, proferida pelo professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Dr. Jaldes de Menezes, sob a coordenação do secretário executivo do Orçamento Democrático, Gilvanildo Pereira.

Gilvanildo informou que essa foi a segunda etapa do ciclo de atividades do OD e que o Planejamento Democrático é um momento importante para traçar diretrizes democráticas dos investimentos do governo nas regiões. “Cada região, por meio dos conselheiros, teve a oportunidade de dialogar diretamente com os secretários sobre as diversas obras elencadas pela população, direcionando aquilo considerado por eles como de maior relevância para a melhoria da qualidade de vida da população paraibana. Saímos satisfeitos e convictos de que o diálogo é inquestionavelmente o melhor caminho para o desenvolvimento do estado”, disse o secretário.

Gilvanildo enfatizou ainda sobre o papel dos conselheiros neste processo. “Nós só temos que agradecer aos conselheiros do OD pelo esforço e comprometimento para com o desenvolvimento do estado, pois são eles que apresentam e defendem aquilo que a comunidade reivindica como melhoria para as regiões. As prioridades aqui dialogadas entre eles e os secretários servirão de base para compor as peças orçamentárias. Nem tudo será possível contemplar, mas muitas delas serão atendidas”, disse o secretário.

O conselheiro da primeira região, polarizada pela cidade de João Pessoa, Severino Paixão, considerou positivas as proposituras defendidas no debate. “Nós da primeira região elegemos como prioridades na área da saúde, por exemplo, a melhoria no atendimento dos serviços de saúde de Tibiri, a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do Conde, a construção de um outro hospital em Lucena, entre outros. Sabemos que nem tudo poderá ser encaminhado, mas o representante da Secretaria de Saúde afirmou que irá tomar providências para qualificar os atendimentos e que a inauguração da UPA está dependendo da contrapartida municipal”, afirmou o conselheiro.

Já o conselheiro José Ednaldo Pereira, representante da segunda região georçamentária, avaliou como positiva a realização de mais um debate dentro do Planejamento Democrático. “Estamos encerrando mais um ciclo de debates, exercendo o nosso direito enquanto cidadão, algo nunca feito aqui na Paraíba. Somos voluntários da democracia e o Planejamento Democrático é a etapa crucial para reforçar as reivindicações daquelas prioridades eleitas nas audiências regionais”, avaliou o conselheiro.

Eixos prioritários eleitos e regiões que priorizaram:

Educação: João Pessoa, Guarabira, Solânia, Esperança, Campina Grande, Cuité, Sumé, Patos, Itaporanga, São Bento, Cajazeiras, Sousa, Princesa Isabel, Itabaiana, Pombal, Mamanguape

Saúde: João Pessoa, Guarabira, Solânia, Esperança, Campina Grande, Cuité, Patos, São Bento, Cajazeiras, Sousa, Itabaiana, Pombal

Segurança Pública: João Pessoa, Esperança, Campina Grande, Cuité, Sumé, São Bento, Itabaiana

Estradas de Rodagem: Guarabira, Solânia, Sumé, Cajazeiras, Princesa Isabel

Abastecimento D’água: Itaporanga, Sousa, Princesa Isabel, Pombal

Recursos Hídricos: Patos, Itaporanga

Esporte e Lazer: Mamanguape

Indústria: Mamanguape

notícias